GeralItabirito

Amplo apoio marca debate sobre projeto de lei que reconhece o rodeio como manifestação cultural em Itabirito

Na noite desta segunda-feira (28), a Câmara Municipal de Itabirito está debatendo o projeto de lei 184/2023, de autoria dos vereadores Anderson Martins e Lucas do Zé Maria, do MDB. Este projeto visa formalmente reconhecer o rodeio como uma manifestação cultural na cidade, ao mesmo tempo em que estabelece diretrizes rigorosas para garantir a integridade física e o bem-estar dos animais envolvidos no evento.

O projeto tem recebido apoio significativo de vários clubes de cavalos e indivíduos ligados ao setor agropecuário, que marcaram presença na sessão da Câmara nesta noite. Entre os presentes, destaca-se o presidente da Ong Vidaanimal, Jarbas, que se posiciona contra a proposta.

O vereador Anderson Martins, um dos autores do projeto, explicou sua intenção: “Eu não estou liberando, nem proibindo rodeio. Estou regulamentando através deste projeto que, se passar, vai trazer benefícios tanto para os animais, que serão protegidos pela lei, quanto para a cidade, porque o rodeio é cultura, como a lei federal já diz. Ele fomenta a economia e traz entretenimento.”

O projeto entrará em primeira discussão e votação nesta segunda-feira. Se for aprovado, a proposta seguirá para um segundo turno de votação. Se obtiver sucesso nessa etapa, será finalmente aprovada e encaminhada para sanção ou veto do prefeito.

Nas redes sociais, a proposta recebeu apoio de diversos moradores de Itabirito. Alguns comentários destacaram o cuidado com os animais no rodeio. “Top demais. Uma festa cultural que acabou por causa da turma que não tem informação. Animais super bem tratados,” afirmou @thalisson_miranda. “Os animais de rodeio são muito bem tratados, até mais tratados que muitos atletas em outras modalidades,” disse @dee.rezende.22.

Entretanto, também houve manifestações contrárias, como a de um perfil sem foto no Instagram, @isaa_marcela: “Sinceramente, não estou vendo nenhuma ação que visa o bem-estar animal. Rodeio é crueldade, gente! Acordem, que retrocesso é esse!”

O debate sobre a proposta continuará na Câmara Municipal, com diferentes perspectivas e opiniões sendo consideradas antes de uma decisão final.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×