GeralItabirito

Protesto dos prefeitos contra acidentes na BR-040 e na BR-356 será realizado em frente à Prefeitura de Itabirito

O esperado protesto dos prefeitos da Região Central de Minas Gerais, que originalmente seria realizado na Praça de Pedágio 9 da BR-040, em Itabirito, foi transferido para frente da sede da Prefeitura de Itabirito. Uma decisão judicial emitida nesta segunda-feira (13) proibiu a manifestação na rodovia, alegando ameaça de turbação e fechamento da BR-040 em uma manifestação não comunicada às autoridades rodoviárias federais.

A medida liminar de interdito, expedida contra a ameaça de turbação e fechamento da rodovia, estabeleceu multas de R$10.000,00 para os réus por descumprimento e R$5.000,00 para terceiros identificados violando a determinação. O mandado de intimação urgente foi destinado aos prefeitos de Itabirito, Ouro Preto e Ouro Branco, Orlando Caldeira, Angelo Oswaldo e Hélio Márcio Campos, respectivamente, além da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais, entre outros.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de Itabirito, Orlando Caldeira, lamentou a decisão judicial e reiterou a importância do protesto. “Não vamos permitir que mais vidas sejam perdidas nessas rodovias. Estamos pagando pedágio há mais de oito anos e não temos uma rodovia. Todos os prefeitos estão unidos. Não íamos paralisar a rodovia, íamos fazer um abraço e homenagear as pessoas que já morreram nesta via, e não queremos que outros morram. Vamos firmes nesta luta”, disse o prefeito.

O protesto tem como objetivo chamar a atenção para a frequência de acidentes nas rodovias BR-040 e BR-356, propondo soluções, incluindo o redirecionamento do fluxo de carretas para outras vias. A proposta recebeu apoio de empresas mineradoras da região.

O Grupo de Trabalho (GT 040) da Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba (Amalpa), responsável pela proposta, busca a criação da “rodovia do minério” como forma de reduzir o tráfego de caminhões de minério e os índices de acidentes e óbitos nas BR-040 e BR-356. O GT é composto pelos prefeitos de Congonhas, Cláudio Antônio de Souza, Itabirito, Orlando Caldeira, Nova Lima, João Marcelo Dieguez Pereira, Belo Vale, Waltenir Liberato Soares, Ouro Preto, Ângelo Oswaldo de Araújo, e Ouro Branco, Hélio Campos. Apesar das vias alternativas para a “rodovia do minério” já existirem, estas ainda não são asfaltadas. O protesto está marcado para acontecer em frente à sede da Prefeitura de Itabirito às 9h desta terça-feira (14).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×