GeralItabirito

Itabirito: Polícia Civil divulga informações sobre prisão de professor suspeito de estupro de vulnerável e importunação sexual contra alunas

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) divulgou novas informações sobre a prisão preventiva de Nilton Oliveira, 54 anos, que atuava como professor de educação física na Escola Estadual Professor Tibúrcio, em Itabirito. A ação policial, realizada na manhã desta quinta-feira (21), decorre de investigações que apontam sua participação em crimes de estupro de vulnerável e importunação sexual.

O inquérito revela que o suspeito teria abusado de 15 alunas menores de idade, aproveitando-se de sua posição na escola. Algumas vítimas têm menos de 14 anos. As investigações indicam a prática de atos libidinosos e assédio verbal com conotação sexual.

Em operação paralela, a PCMG realizou busca e apreensão, confiscando celulares, notebooks e pen drives, encaminhados para perícia.

O indiciamento de Nilton Oliveira abrange quatro vezes o crime de importunação sexual (art. 215-A) e 11 vezes o estupro de vulnerável (217-A), conforme estabelecido pelo Código Penal. O desfecho do inquérito ressalta a seriedade do caso, evidenciando a necessidade de medidas judiciais para garantir a segurança das vítimas e a responsabilização do acusado.

Leia mais sobre as acusações

Itabirito: mãe de aluna registra ocorrência contra professor por assédio sexual na Escola Estadual Professor Tibúrcio

Professor é afastado de escola após ser acusado de assédio por 12 alunas em Itabirito

Professor alvo de acusações de assédio em Itabirito é denunciado por ex-aluna em Ouro Preto

Urgente: professor suspeito de assédio sexual contra alunas da Escola Tibúrcio é preso em Itabirito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×