GeralItabirito

Estudante de Itabirito conquista pela 3ª vez seguida a medalha de ouro na Olímpiada Brasileira de Matemática

Pelo terceiro ano seguido, o estudante Igor Brumana de Lima, de 13 anos, ganhou uma medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que teve resultado divulgado no último dia 20 de dezembro. Aluno do 8º ano na Escola Municipal José Ferreira Bastos, em Itabirito, ele sonha em seguir a área de exatas.

“Ser medalhista de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é uma conquista muito significativa”, afirmou o adolescente, em relato ao Sou Notícia.

Em virtude do excelente desempenho na competição, Igor terá a bolsa do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) pelo terceiro ano consecutivo. Atualmente, a bolsa de incentivo é de R$ 300.

De acordo com o estudante, o desempenho em matemática abre portas para oportunidades acadêmicas e profissionais. “Além de representar um excelente desempenho em matemática, isso abre portas para oportunidades acadêmicas, como bolsas de estudo, estágios e até mesmo reconhecimento em competições internacionais. Também irá fortalecer meu currículo e abrir caminhos para carreiras que exigem habilidades analíticas e matemáticas”, enfatizou.

Por ter uma afinidade com a área de exatas, Igor sonha em entrar em uma universidade para cursar engenharia de automação. O estudante ainda terá outras jornadas para cumprir antes de alcançar essa meta, pois estará no 9º ano do ensino fundamental em 2024.

Itabirito se destaca na Obmep

Itabirito se destacou na 18ª Obmep, conquistando a medalha de ouro com Igor, além de outros sete estudantes que garantiram medalhas de bronze e 35 que receberam menções honrosas. Duas professoras da rede pública e uma escola municipal também foram premiadas. As listas com os premiados podem ser conferidas clicando aqui.

A cidade alcançou êxito em três níveis da competição, abrangendo estudantes do ensino fundamental e médio. Nível 1: estudantes de 6º ou 7º anos do ensino fundamental. Nível 2: estudantes de 8º ou 9º anos do ensino fundamental (nível que garantiu a medalha de ouro ao estudante Igor). Nível 3: estudantes do ensino médio.

Os premiados de Itabirito com a medalha de bronze foram: Melyssa Marques de Oliveira Santos, Maria Carolina Mendes Moura e Mateus Marcal de Carvalho, da Escola Municipal José Ferreira Bastos; Pedro Henrique Fagundes Chieza e Samuel Henrique de Paula Monge, da Escola Estadual Professor Tibúrcio; Bernardo Ferreira Barcante Santana, da Escola Municipal Manoel Salvador de Oliveira; e Miguel Neto Gurgel, do IFMG – Campus Itabirito.

A cidade também se destacou na seleção de alunos premiados com menção honrosa na 18ª Obmep.

No Nível 1, foram 12 estudantes contemplados: Nicolle Valenttine Cesar Silva, Cauan Henrique Santos, Filipe Torres Mapa, Laura de Matos Braga e Manuela Soares Proença, da Escola Municipal José Ferreira Bastos; Yuri Ryan Varela da Silva, Ruan Vitor Fagundes Alves e Thaís Galo Gois, da Escola Estadual Professor Tibúrcio; Emmanuel Victor dos Santos Alves e Ângelo Rian Costa dos Santos, do Centro Educacional Municipal Professor Alcides Rodrigues Pereira; Júlia Silva Felisbino e Rafael de Souza Moreira, da Escola Municipal Manoel Salvador de Oliveira.

No Nível 2, mais 12 estudantes foram contemplados: Pedro Lucas Reis Baeta, Bernardo Castro Vieira, Sara Luíza Nolasco Clemente, Isadora Dias Leite Fagundes e Guilherme Zacarias G. dos Reis, da Escola Municipal José Ferreira Bastos; Isabela Silva Pimenta, Thaís Araújo Lima e Rafaela Silva Pimenta, da Escola Municipal Manoel Salvador de Oliveira; Gabriel Henrique Lopes Pereira, Gabrielly Rhainne F. de C Queiroz e Gustavo Guimarães Barbosa, da Escola Municipal Ana Amélia Queiroz; e Xiaoyan Tan, da Escola Estadual Dr. Raul Soares.

No Nível 3, foram 11 premiados com menção honrosa: Ana Clara Chaves Albuquerque, Ana Laura Batista G. Santos, Gabriel Souza Veloso, Fernanda Santos Passos, Ana Luiza M. B. Sacramento, Amanda Carolina C. Albuquerque, Gabriel Ferrari de Carvalho, Filipe Santana Pereira Costa, Jhullya Fernanda da Silva Pimenta, Laura Vidigal Torres, todos do IFMG – Campus Itabirito; e Yasmim Alcântara Gurgel, da Escola Estadual Intendente Câmara.

Duas professoras da Escola Municipal José Ferreira Bastos foram premiadas: Fabiana Cristina de Souza e Luiza Pedrosa Niquini. A melhor escola foi a Escola Municipal José Ferreira Bastos.

Obmep

As cerimônias de premiação da 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) estão programadas para o próximo ano, em data e local a serem definidos. Neste ano, a olimpíada atraiu a participação de mais de 18,3 milhões de alunos dos ensinos fundamental e médio, tornando-se a maior competição científica do país. O evento alcançou 99,78% dos municípios brasileiros, contando com a participação de mais de 55 mil escolas em todo o território nacional.

Criada em 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e realizada com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a Obmep é promovida com recursos dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC). Destinada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, a competição tem como propósito estimular o estudo da matemática e identificar jovens talentos na disciplina.

Além disso, a Obmep busca contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, proporcionando a um maior número de alunos brasileiros o acesso a material didático de qualidade. O evento é uma importante iniciativa para fortalecer o ensino da matemática e fomentar o desenvolvimento acadêmico dos estudantes em todo o país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×