GeralItabirito

Itabirito confirma primeira morte por dengue em 2024

Itabirito enfrenta um novo desafio de saúde pública com a confirmação da primeira morte por dengue no município em 2024, conforme o boletim epidemiológico mais recente, divulgado nesta terça-feira, 27 de fevereiro.

De acordo com a Prefeitura de Itabirito, a vítima era um idoso, de 72 anos, portador de comorbidades e que esteve internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A morte foi registrada nos últimos dias.

“A Administração Municipal solidariza-se à família, continua executando as medidas de combate ao mosquito Aedes Aegypti e reforça a necessidade de toda a população seguir as orientações neste momento epidêmico”, informou a prefeitura.

Além do óbito confirmado, o boletim destacou que há 293 casos prováveis de dengue em Itabirito. Desse total, 274 já foram confirmados por exames laboratoriais, indicando um aumento significativo na incidência da doença na região.

Os dados epidemiológicos também apontam para um quadro preocupante em todo o estado de Minas Gerais, que já registrou 114.544 casos confirmados de dengue até o momento em 2024. Esse cenário reforça a importância da prevenção e do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

Diante dessa situação, as autoridades de saúde de Itabirito reforçam a necessidade da população adotar medidas preventivas, como a eliminação de focos de água parada e o uso de repelentes, além de buscar atendimento médico em caso de sintomas suspeitos da doença.

A Prefeitura de Itabirito está intensificando as ações de controle do mosquito vetor e orientando a população sobre a importância da colaboração de todos no combate à dengue. É fundamental que cada cidadão faça a sua parte para evitar a proliferação do Aedes aegypti.

Leia mais em: Dois óbitos por suspeita de dengue são investigados em Ouro Preto

Dicas importantes para prevenir a dengue:

  1. Elimine locais de reprodução do mosquito: Verifique regularmente em sua casa e arredores por qualquer recipiente ou local que possa acumular água parada, como vasos de plantas, pneus velhos, recipientes vazios, calhas entupidas, entre outros. O mosquito Aedes aegypti se reproduz em água parada, então remova esses locais ou mantenha-os cobertos.
  2. Use repelentes: Utilize repelentes de insetos, especialmente durante o amanhecer e o anoitecer, quando os mosquitos são mais ativos.
  3. Vista roupas adequadas: Ao passar tempo ao ar livre, use roupas de manga comprida e calças compridas para reduzir a exposição à picada de mosquitos.
  4. Instale telas de proteção: Coloque telas em janelas e portas para evitar que os mosquitos entrem em sua casa.
  5. Limpe regularmente áreas com água parada: Se você tiver piscinas, banheiras de hidromassagem ou outros recipientes grandes com água, certifique-se de limpar e trocar a água regularmente. Utilize produtos químicos apropriados para manter a água limpa e clorada.
  6. Use mosquiteiros: Se estiver dormindo em áreas onde há muitos mosquitos, use mosquiteiros ao redor de sua cama para evitar picadas.
  7. Colabore com a comunidade: Participe de esforços comunitários para limpar áreas com água parada e educar os outros sobre a prevenção da dengue.
  8. Mantenha-se informado: Fique atento aos alertas e orientações das autoridades de saúde locais sobre a dengue e outras doenças transmitidas por mosquitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×