GeralItabirito

Incêndio criminoso faz fumaça sair de bueiros e causa transtornos no Nossa Senhora de Fátima, em Itabirito

Um incêndio criminoso gerou pânico nas ruas Roque Gurgel de Lima, Zumbi dos Palmares, Antônio Lima, João Damasceno Filho, José Felipe da Silva e Francisco Marques Júnior, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Itabirito, na noite deste sábado, 25 de maio.

O fogo, que foi iniciado em uma tubulação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabirito, rapidamente se alastrou, causando a emissão de fumaça tóxica por diversos bueiros da área, nas proximidades do escritório do Consórcio Minas Mais. O local perto do Cras Maria Loura ficou semelhante a um cenário de guerra e assustou a população.

O repórter e presidente da Câmara de Itabirito, vereador Pastor Anderson do Sou Notícia, esteve no local e conversou diretamente com o sargento Edivandro das Graças, do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Sargento Edivandro, que liderava a Brigada Municipal de Itabirito nas operações de combate ao incêndio, explicou que algum indivíduo ateou fogo na tubulação de uma galeria de água, causando a combustão de material emborrachado.

A queima desse material fez com que a fumaça saísse rapidamente por diversos bueiros, o que assustou bastante a população local. A rápida propagação da fumaça obrigou o Saae a fechar a rua como medida de segurança.

Devido à queima da tubulação, a rua corre risco de desabamento, e a Defesa Civil de Itabirito foi acionada para avaliar a situação. O Saae jtrabalhará na regularização do serviço e na substituição da tubulação danificada.

O sargento Edivandro também fez um alerta importante à população: quem teve contato com a fumaça precisa ficar atento, pois ela é tóxica. É recomendado que qualquer pessoa que apresente problemas respiratórios ou outros sintomas procure imediatamente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Veja:

 

Sargento dos Bombeiros fala sobre risco de desabamento

Nota do Saae

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×