GeralItabiritoMarianaOuro Preto

Moradores de Itabirito, Nova Lima e Raposos; passaram por simulado de emergência neste último domingo (31)

Moradores de Nova Lima e Raposos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e em Itabirito, na Região Central do estado, participarão de simulados de emergência no último domingo (31) como preparação para eventual rompimento de barragem.

Os treinamentos são por conta das estruturas da Vale que entraram em nível 3 de risco. Segundo a Agência Nacional de Mineração (ANM), este alerta significa que as estruturas Forquilha I e III (Ouro Preto) e B3/B4 (Macacos, distrito de Nova Lima) da Vale apresentam “risco iminente de romper”.

De acordo com a Defesa Civil de MG, os treinamentos nas três cidades estão previstos para as 15h. Os exercícios envolveram as Defesas Civis Estadual e Municipais, além da mineradora, com moradores da chamada Zona de Segurança Secundária (ZSS) dessas três cidades.

Em Nova Lima, foi esperados 4354 moradores para o treinamento.  Foram três reuniões de preparação realizadas às 10h, nas comunidades de Santa Rita e Honório Bicalho.

A comunidade de Honório Bicalho seria atingida em 1h03 após o rompimento da barragem B3/B4, segundo o órgão estadual. Já Santa Rita, seria atingida, no pior dos cenários, em 6h49 após o rompimento de Forquilha I.

Em Raposos, a Defesa Civil de Minas Gerais esperaram para o simulado um público de 2,3 mil pessoas das comunidades Várzea do Sítio, Barracão Amarelo, Recanto Feliz, Retirinho, do Centro, Morro das Bicas, da Praça da Estação, Ponte de Ferro, Matadouro I e II e Vila Bela. E Foram realizadas seis reuniões de preparação para o simulado, também no domingo, sendo três às 9h e outras três às 11h.

Em Itabirito, o público que havia sido estimado pela Defesa Civil para o simulado foi de 4363 pessoas, sendo cinco reuniões de preparação, no horário dás 10h. Segundo a corporação, Itabirito seria atingida, no pior cenário, em 1h36 após o rompimento da barragem Forquilha I.

Nesta cidade, foram envolvidas as comunidades de Japonesa, Agroceres, Fazenda Zoião, Usina e Curtume Santa Luzia, Fábrica Novato, Padre Eustáquio e Entrada do Bairro Gutierrez, Cardoso e São Geraldo, Centro I, II, III e IV, do bairro Praia e redondezas e dos bairros Nossa Senhora de Fátima, Esperança e Marzagão.

Outros simulados

Porém no último sábado (30), foi realizado um simulado em Igarapé, na Grande BH, com os moradores dos bairros Aparecida, Candelária, Maracanã e Nova Esperança. A ação foi coordenada pela Mineração Morro do Ipê, empresa que atua na região. A mineradora informou que as barragens são consideradas estáveis e monitoradas diariamente.

Na sexta-feira (29), os moradores de Santa Bárbara, na Região Central, que foram treinados por causa do aumento do risco iminente de rompimento da barragem Sul Superior, da mina Gongo Soco, da Vale. A barragem está localizada a 14km da cidade, em Barão de Cocais, cidade que também passou por treinamento na segunda-feira (25).

Segundo a Vale, a realização das reuniões e simulados são medidas preventivas. A empresa disse que seguirá apoiando a população dos municípios impactados até que a situação seja normalizada.

Ainda de acordo com a Vale, depois das três cidades deste domingo, a próxima localidade a receber o treinamento preventivo será São Gonçalo do Rio Abaixo, na Região Central do estado. O simulado vai acontecer na quarta-feira (3).

4 Comentários

  1. Sou nascida em Itabirito e criada na cidade vijo muito, mas sempre procuro as notícias da região, não fui na saber porque não moro na área da cidade, mas fico de olhos nas Notícias, meu marido trabalhou 35 anos na MSG e depois veio para Itabirito, pois eu tive 4 infartos aos 46 anos na sala de aula porque era educadora e trabalhei por 31 anos e já estou aposentada a 10 anos. O que o porque as famílias na da simulação quase não apareceu ninguém e depois não podem cobrar nada do Governo de Minas Gerais e nem da VALE empresa que sinto muito orgulho da mesma, meu irmão era funcionários da falecida MBR, mas aposentou pela VALE, que estamos tristes com a Mina de Feijão, mas Deus é muito bom e a VALE também é de lutar por nós, leio tudo sobre a mesma em todo Estado de Minas Gerais, os funcionárisos da Falecida MBR agora uso PASA , meu marido teve que cancelar o dele, pois quando estava trabalhando até meus medicamentos comprova pela, pois além de cardiaca , estou com diabetes e mais um pacote enorme que recebi da Família de pai e de mãe. agradeço a VALE por tudo que podia receber me descculpe pelos erros de português…

  2. Sou nascida em Itabirito e criada na cidade viajo muito, mas sempre procuro as notícias da região, não fui na saber porque não moro na área da cidade, mas fico de olhos nas Notícias, meu marido trabalhou 35 anos na MSG e depois veio para Itabirito, pois eu tive 4 infartos aos 46 anos na sala de aula porque era educadora e trabalhei por 31 anos e já estou aposentada a 10 anos. O porque as famílias na da simulação quase não apareceu ninguém e depois não podem cobrar nada do Governo de Minas Gerais e nem da VALE empresa que sinto muito orgulho da mesma, meu irmão era funcionários da falecida MBR, mas aposentou pela VALE, que estamos tristes com a Mina de Feijão, mas Deus é muito bom e a VALE também é de lutar por nós, leio tudo sobre a mesma em todo Estado de Minas Gerais, os funcionárisos da Falecida MBR agora uso PASA…

  3. Sou nascida em Itabirito e criada na cidade viajo muito, mas sempre procuro as notícias da região, não fui na saber porque não moro na área da cidade, mas fico de olhos nas Notícias, meu marido trabalhou 35 anos na MSG e depois veio para Itabirito, pois eu tive 4 infartos aos 46 anos na sala de aula porque era educadora e trabalhei por 31 anos e já estou aposentada a 10 anos. O porque as famílias na da simulação quase não apareceu ninguém e depois não podem cobrar nada do Governo de Minas Gerais e nem da VALE empresa que sinto muito orgulho da empres meu irmão era funcionário da falecida MBR, mas aposentou pela VALE, que estamos tristes com a Mina de Feijão, mas Deus é muito bom e a VALE também é de lutar por nós, leio tudo sobre a mesma em todo Estado de Minas Gerais, os funcionárisos da Falecida MBR agora uso PASA…

  4. Sou nascida em Itabirito e criada na cidade viajo muito, mas sempre procuro as notícias da região, não fui na saber porque não moro na área da cidade, mas fico de olhos nas Notícias, meu marido trabalhou 35 anos na MSG e depois veio para Itabirito, pois eu tive 4 infartos aos 46 anos na sala de aula porque era educadora e trabalhei por 31 anos e já estou aposentada a 10 anos. O porque as famílias na da simulação quase não apareceu ninguém e depois não podem cobrar nada do Governo de Minas Gerais e nem da VALE empresa que sinto muito orgulho da empresa meu irmão era funcionário da falecida MBR, mas aposentou pela VALE, que estamos tristes com a Mina de Feijão, mas Deus é muito bom e a VALE também é de lutar por nós, leio tudo sobre a mesma em todo Estado de Minas Gerais, os funcionárisos da Falecida MBR agora uso PASA…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×