GeralOuro Preto

Violência em Cachoeira do Campo: recepcionista do Complexo de Saúde é agredida durante expediente

Uma cena de violência chocou a comunidade de Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais, na última segunda-feira (04), quando uma recepcionista do Complexo de Saúde foi agredida fisicamente durante o expediente.

A equipe da Polícia Militar de Cachoeira do Campo foi acionada pelo Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) para verificar a denúncia de agressão física na UPA do distrito.

Ao chegarem ao local, os policiais militares constataram que a vítima apresentava inchaço no braço direito, que estava envolto por uma faixa de curativo.

Segundo o relato da recepcionista aos militares, ela estava atendendo um homem quando uma criança pegou a chave do carro do indivíduo e começou a brincar com ela. O homem teria solicitado várias vezes que a menina devolvesse a chave, mas sem sucesso.

Diante dessa situação, a vítima pediu gentilmente à criança que entregasse a chave ao homem. Foi nesse momento que a mãe da criança, a agressora, interveio de maneira agressiva.

A autora da agressão teria afirmado que não admitia que estranhos chamassem a atenção de sua filha. Mesmo após um pedido de desculpas por parte da vítima, a agressora continuou a ofender a recepcionista, usando palavras como “vagabunda e safada”.

A situação escalou quando a agressora, com a filha no colo, desferiu um chute na altura do estômago da vítima. O impacto fez com que a recepcionista caísse no chão, sobre o braço direito, batendo a cabeça na divisória da recepção.

De acordo com populares, a vítima passará por uma cirurgia no punho em consequência da agressão sofrida na unidade de saúde.

Após a confusão, a agressora deixou o local, e seu paradeiro é desconhecido. A polícia está investigando o caso para esclarecer os detalhes da agressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×