CHUVASItabirito

Assembleia e MP devem investigar origem de lama em Itabirito

O deputado Alencar da Silveira Jr. solicitou nesta terça-feira, 11, que a Comissão de Meio Ambiente da Assembleia de Minas apure as causas do acúmulo de lama no município após as chuvas do último fim de semana.

O trabalho deve ser realizado em parceria com os promotores de justiça de Itabirito, Umberto Bizzo e Vinícius Alcântara Galvão. Diferente do que ocorreu em outras cidades atingidas por enchentes, a lama decorrente do transbordamento do rio em Itabirito é muito mais densa e é de difícil remoção.

A desconfiança do deputado e do Ministério Público é de que a lama em Itabirito tenha rejeito de mineradoras que exploram a região.

“Precisamos fazer uma análise desta lama e se forem identificados rejeitos de mineração, será preciso responsabilizar essas empresas. Há anos o Rio Itabirito vem sendo assoreado com materiais descartados de forma irregular pelas mineradoras. Anos atrás conseguimos desassorear o rio, mas pelo jeito, esse processo continua”,

disse o deputado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×