GeralOuro Preto

Festival Interativo de Música e Arquitetura homenageia o Teatro Municipal de Ouro Preto

Após homenagear monumentos arquitetônicos e palácios pelo Brasil, o Festival Interativo de Música e Arquitetura (FIMA) entra em sua terceira edição, destacando os teatros históricos do país. Iniciado em outubro, o festival já percorreu vários estados brasileiros e chega agora a Ouro Preto, onde terá lugar no próximo dia 9 de março, no Teatro Municipal.

O evento, patrocinado pelo Instituto Cultural Vale através da Lei Rouanet e pelo Governo Federal, tem como objetivo conectar o público com o patrimônio histórico brasileiro de forma afetiva. Além de concertos presenciais e virtuais, o festival oferece podcasts, uma websérie e conteúdos interativos, tudo com entrada gratuita.

A terceira edição do FIMA será realizada no Teatro Municipal de Ouro Preto, um dos monumentos arquitetônicos mais importantes da cidade, também conhecido como Casa da Ópera de Vila Rica. O teatro, o mais antigo da América Latina, erguido pelo Coronel João de Souza Lisboa, representa uma parte significativa da história colonial brasileira.

O programa do evento inclui obras musicais que remetem ao período de construção do teatro, como sonatas de Lodovico Giustini di Pistoia e Carlos Seixas. Além disso, serão realizadas palestras sobre a história e arquitetura do Teatro Municipal de Ouro Preto, bem como comentários musicais pelo renomado maestro e cravista João Paulo Janeiro.

Para Pablo Castellar, Idealizador, Curador e Diretor Artístico do FIMA, “esta nova edição do Festival busca celebrar alguns dos mais importantes teatros históricos brasileiros, testemunhas de importantes capítulos da trajetória artística do país. Através da música e da arquitetura, seremos transportados a diferentes momentos de nossa história, criando uma experiência multissensorial que unirá passado, presente e futuro.”

O concerto em Ouro Preto terá entrada gratuita, e as senhas poderão ser retiradas na bilheteria do Teatro a partir das 10h do dia da apresentação. O evento contará com a participação de João Janeiro como solista, além de palestras de Angelo Oswaldo de Araújo Santos, jornalista, escritor, curador de arte, advogado e gestor público, e de Roberto Sussuca, artista plástico e diretor do Teatro Municipal de Ouro Preto.

A iniciativa busca não apenas promover a música e a arquitetura, mas também educar o público sobre a importância do patrimônio histórico e cultural brasileiro, proporcionando uma experiência enriquecedora e única para os participantes.

Com uma programação diversificada e envolvente, o Festival FIMA continua a sua missão de celebrar a riqueza da cultura brasileira e preservar o legado histórico do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×