ComportamentoEntretenimentoGeralOuro Preto

São Bartolomeu em festa neste final de semana

A 23ª Festa Cultural da Goiaba une tradição e economia criativa no distrito

Na próxima sexta-feira, 5 de abril, tem início a 23ª Festa Cultural da Goiaba, em São Bartolomeu, e o distrito já está movimentado com os preparativos. A programação conta com exposições, degustação de doces, shows, cortejos, sorteios de cestas de produtos locais, oficinas, apresentações teatrais e espetáculos de dança, movimentando o comércio, atraindo moradores da região e também turistas.

A festa celebra a tradição da produção dos doces de frutas, principalmente a goiabada que possui registro como patrimônio imaterial de Ouro Preto, desde 2008. A doceira Pia Márcia destaca que quando o processo de inventário para o registro dos doces teve início, em 2005, essa tradição corria o risco de se extinguir. “Naquele momento, percebemos que essa arte de fazer doces estava correndo um sério risco de acabar, pois os jovens estavam indo embora de São Bartolomeu e os doceiros antigos estavam desmotivados pela concorrência com os doces industrializados”. Pia conta que o processo de inventário foi fundamental para a mobilização dos doceiros, que a partir de então fundaram uma associação, gerando economia criativa para o distrito. “Isso foi muito importante porque unimos forças e passamos a fazer trabalhos em conjunto, como compra de materiais, participação em feiras e congressos, pois nós representamos não apenas o modo de fazer o doce, mas essa cultura, essa história, essa tradição secular passada de geração para geração”, afirmou.

Há relatos e documentos do século XIX sobre a produção doceira em São Bartolomeu, mas o processo produtivo teve seu auge no século XX, sobretudo a partir da década de 1980. Em 1993 aconteceu a primeira Festa da Goiaba, organizada pelos participantes da Oficina de Artes e Ofícios de São Bartolomeu. A partir daí o festejo passou a ser realizado, periodicamente, sempre após a colheita das frutas.

Atualmente, a organização do evento foi assumida pela Associação dos Doceiros de São Bartolomeu, criada em 2009, juntamente com o apoio de amigos, empresários, além da Prefeitura de Ouro Preto. Sendo assim, nesta edição da festa também será comemorado o aniversário de 10 anos da associação, bem como o lançamento do Caderno de Receitas dos doceiros, financiado pelo Ministério da Cultura, por ter sido selecionado no edital de culturas populares.

O evento será aberto, às 19h, com a exposição: ”A Arte de São Bartolomeu” e um coquetel para o público. “A Festa da Goiaba é um evento cultural, histórico, que quer valorizar essa tradição e manter viva essa cultura, valorizando os doceiros, a cultura, a história de São Bartolomeu e essa arte registrada como patrimônio cultural e imaterial de Ouro Preto”, concluiu a doceira Pia Márcia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×