CHUVASGeralItabiritoOpiniãoPolítica

Como está a cidade de Itabirito após 1 mês da enchente de 2022? Reveja algumas fotos da enchente de 1997

Dados oficiais após 1 mês da enchente

Há exato 1 mês, no dia 10 de Janeiro de 2022, Itabirito amanhecia como num cenário de guerra. Toda a cidade sofria com as chuvas intensas. Foram quase 72 horas de um fluxo de água que há muito tempo não se via na região.

Segundo os estudos realizados pela Secretária de Desenvolvimento Econômico foram mais de 700 empreendimentos afetados diretamente pela mancha de lama da enchente. A Secretaria de Assistência social ainda recolhe dados para disponibilizar as informações corretas das famílias atingidas diretamente pelas chuvas.

Segundo o Coordenador da Defesa Civil Felipe Delabrida, até o dia de hoje, foram em torno de 680 famílias registradas com laudos que comprovam as inúmeras perdas materiais, devido a enchente.

O Coordenador ressaltou que o trabalho continua e que até o fim de fevereiro serão em torno de 1.000 (mil) famílias registradas com perdas materiais pela Defesa Civil.

O número de registros de ocorrências da Brigada Municipal no mês de janeiro de 2022, também são impressionantes: 2 vítimas soterradas, 36 vítimas resgatadas com auxílio de embarcações, 65 vítimas resgatadas por terra, 30 carros ilhados na MG-030 (acesso a Rio Acima), mais de 70 árvores cortadas, 26 vistorias de imóveis com risco de desabamento, mais de 300 ocorrências atendidas e 2500 ligações recebidas.

Uma das cenas mais impressionantes e que vai ficar na memória da população foi a correnteza do Rio Itabirito na Rua Dr. Eurico Rodrigues e também a destruição da Praça São Cristóvão, devido aos inúmeros desabamentos.

Grandes desafios tem vivido a gestão Orlando, onde iniciou seus trabalhos junto com a pandemia do Covid-19 e agora vive a experiência do desastre natural da grande enchente de 2022.

Houve alguns equívocos por parte de alguns gestores, no que diz respeito, aos anúncios oficiais onde afirmaram categoricamente que o Rio Itabirito não iria transbordar.

Apesar do equívoco, o Prefeito Orlando agiu muito rápido e declarou estado de calamidade no dia 09 de Janeiro. Após a declaração, Itabirito recebeu visitas de muitas autoridades Estaduais e Federais e com elas recursos para começar a reconstrução da cidade.

Além de todos os desafios vividos dentro da cidade, houve também a restrição de todos os acessos da BR 040 e também a BR 356, fazendo com que Itabirito ficasse isolada. Esse isolamento foi muito preocupante, pois o Município corria riscos de faltar suprimentos e acesso aos atendimentos médicos de emergências que se encontram em Ouro Preto e na Capital.

Com certeza, as restrições de acesso da BR 040 e 356 foram um dos maiores desafios para a gestão Orlando no mês de janeiro. Porém uma força tarefa foi criada entre as três esferas do Poder Público e os acessos rapidamente liberados.

O voluntariado

A cidade de Itabirito foi limpa em tempo recorde, onde foram usados mais de 15 caminhões pipas diariamente por duas semanas. Os Funcionários Públicos trabalharam incansavelmente em prol da limpeza das vias públicas e dos estabelecimentos atingidos pela lama.

Porém, deixamos aqui o reconhecimento de todos os trabalhadores voluntários que fizeram com que fosse possível a mudança da paisagem tão triste que se encontrava Itabirito no início do mês de janeiro.

O voluntariado é uma pratica individual muito subjetiva que quebra todas as teorias sociais sobre a força do individualismo. Parabéns à todos os trabalhadores que estiveram nessa enchente!

Auxílio ao atingidos pela enchente já começa a ser liberado

Diante do número impactante de pessoas atingidas pela enchente de 2022, a gestão Orlando criou a Lei 3638 que foi aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo Prefeito no dia 24 de Janeiro.

A Lei dispõe sobre o auxílio financeiro aos atingidos pela enchente. Os atingidos são as famílias e os empreendedores que tiveram seus imóveis invadidos pela lama. Como todos já sabem, os valores do auxílio variam entre 10 mil a 20 mil reais.

Segundo a Secretária Patrícia Nonato, o primeiro lote de auxílio aos comerciantes irá ser pago na segunda quinzena de fevereiro. Ainda não obtivemos informações da Secretaria de Assistência Social sobre o auxílio das famílias.

Porém, na quarta-feira do dia 16 de fevereiro, a Secretária Rose, responsável pela Secretaria de Assistência Social, vai realizar um Podcast no Sou Noticia e na Rádio Cidade FM, onde vai sanar todas as dúvidas da população.

Reveja as fotos e as notícias da grande enchente de 1997

Muitos são os desafios que Itabirito viveu no decorrer desses 25 anos que liga uma enchente a outra. Porém, observamos que a nossa sociedade encontra-se muito mais organizada e assistida.

No ano de 1997, o Município não tinha a Defesa Civil e a Brigada Municipal consolidada, ou seja, Itabirito viveu a enchente de 1997 com total dependência de Ouro Preto, no que diz respeito, aos regastes das vítimas. Não obtivemos informações se houve algum auxílios as vítimas da enchente de 1997.

É inegável que a enchente de 2022 foi muito mais devastadora que a de 1997, porém no aspecto do socorro humanitário não houve nenhuma vítima fatal em 2022.

Podemos refletir sobre isso; como teria sido se ainda não houvesse em Itabirito a organização e a existência da Defesa Civil e dos Bombeiros no Município?

Reveja a enchente de 1997:

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×